Marcadores

domingo, 29 de setembro de 2013

Paraná/RN: Secretaria Municipal de Educação concede entrevista ao Blog do JB.


Terezinha Libânio da Silva  Silveira, no oitavo mês de sua gestão, a frente da Secretaria Municipal de Educação.

" Não deixes que outros digam
"Aquele caminho é melhor"
"Este percurso é mais fácil"
O maior dom que Deus nos deu

foi o poder das nossas decisões".

(Paulo Coelho)

JB – Terezinha, como você recebeu o convite para assumir uma pasta tão extensa? Como se sentiu? O que te inspirou para aceita-la?

SME – Realmente Batista. É uma pasta extensa, onde se agrega um dos pontos fundamentais do desenvolvimento humano.
Quando recebi o convite da Prefeita, fiquei um pouco assustada e não queria aceitar, pois sabia de tamanha responsabilidade e os desafios que iria enfrentar. Mas como os desafios fazem parte de nossa vida, estou aqui para enfrentá-los, seguindo sempre esses pilares: DIAGNOSTICAR-REFLETIR-AVALIAR-PLANEJAR.
O que me inspirou foi que, profissionalmente vivi até hoje na educação e fazendo educação. Então não poderia perder a oportunidade ou me omitir de fazer nesta área ou através dela o necessário a execução dos projetos aspirados pela população de Paraná-RN.

JB – Quando chegou à secretaria o que encontrou? Qual era a situação da mesma?

SME – O primeiro momento vivido no prédio da Secretaria de Educação ficou registrado em minha memória como um momento de pânico, ao me deparar com tanto desprezo ao que é público. Pois além da estrutura física do prédio encontrar-se em calamidade, todos os pertences ali encontrados estavam dentro do lixo e se transformando em lixo.

JB – Como encontrou a parte organizacional da Secretaria, bem como os programas e sistemas referentes à educação?

SME  – Toda documentação da educação foi deixada pela ex-secretária em pastas de arquivos, no entanto, sentimos muita dificuldade na parte organizacional, devido à falta de informações como, por exemplo: incoerência nos dados de matrícula do Centro Rural, irregularidades no cadastro dos conselhos (como o Conselho do FUNDEB, o qual nunca existiu oficialmente para o FNDE), pendência no cadastro de algumas unidades executoras junto à Receita Federal (as Escolas Manoel Francisco de Andrade e Francisco André de Morais), dentre outros casos que aos poucos estão sendo solucionados. Quanto aos programas e sistemas utilizados pela Secretaria Municipal de Educação, apesar de terem sido feito algumas adesões de programas que estão em andamento, foi detectado uma falha na falta de planejamento na execução do PDDE Acessibilidade, uma vez que não foi elaborado o plano de aplicação das escolas contempladas. No caso específico do PAR (Plano de Ações Articuladas) uma das principais ferramentas de planejamento do município, no tocante a educação, encontrava-se abandonado no sistema, um prejuízo de dois anos para o município. Isso sem contar com as percas anteriores.

JB – E as escolas? Conte um pouco como encontrou e como era a estrutura.

SME – Fazendo uma avaliação diagnóstica dos prédios da rede municipal, temos todo um documentário com fotos e vídeos. É uma totalidade de 11 prédios em funcionamento, sendo um na zona urbana e 10 na zona rural. Todos encontrados em péssimo estado de conservação. Começando da estrutura física dos prédios, infraestrutura, instalação elétrica, hidráulica e em algumas escolas o abandono de computadores. Enfim todas as escolas tendo um mau funcionamento pela falta de compromisso com a educação.

JB – Como as escolas estão funcionando hoje? E o que já se tem feito para melhoria de ensino e aprendizagem?

SME – Hoje as escolas não estão ainda como deveriam ser, pois são tarefas que vão se concretizando em longo prazo. Mas no inicio do ano foram recuperadas as maiores prioridades possíveis, pois não tínhamos recursos suficientes para atender essa grande demanda, estamos em continuação agora com a implantação da energia trifásica, para que possamos regularizar e colocar em funcionamento os laboratórios de informática. Estamos caminhando com instrumentos de apoio ao planejamento da educação municipal, para que num futuro próximo possamos superar os inúmeros obstáculos nos possibilitando assim traçar metas para fazer de nossas escolas melhores espaços para quem usa e mais acolhedor para quem visita.
Quanto à melhoria de ensino e aprendizagem estamos em fase iniciante da formação continuada do Pacto Nacional da Alfabetização na idade certa de 1º ao 3º ano de Ensino Fundamental sendo mediado pela Professora Maésia, também em andamento a formação continuada do PROINFO que visa facilitar o uso das TICs (Tecnologia da Informação e Comunicação) pelos professores, sendo mediado pela Professora Sônia Pontes, bem como a continuidade do Programa Formação pela Escola em breve que será mediado pelo Professor Aderbal Alves, que é direcionado a toda comunidade escolar. Assim sendo acredito que ao término do ano teremos avançado em nossas ações e sucessivamente na melhoria do processo ensino e aprendizagem de nossas escolas, pois nossa meta é sempre o crescimento.

JB – Quantas pessoas fazem parte do quadro da educação hoje? E qual a totalidade de alunos inseridos no Censo 2013?

SME  – Dos profissionais que fazem parte do quadro da educação, que recebem do FUNDEB, temos uma totalidade de 81 funcionários, sendo 52 profissionais dos 60% e 29 dos 40%. Mas atualmente temos uma grande defasagem nos recursos do FUNDEB, pois a totalidade dos 100% só está suprindo o pagamento dos que recebem dos 60%, já teve mês que nem totalizou isso. Enquanto que os restantes dos funcionários são pagos com o recurso do FPM.
Quanto à totalidade dos alunos inseridos no Censo 2013. Tivemos um total de 699 alunos, uma diferença de 43 alunos em relação a 2012.

JB – Fale do transporte escolar de antes e de hoje. Como também da merenda escolar, como está funcionando?

SME  – Vemos o transporte escolar como um direito de todos e um dever da gestão. Este ano de 2013, pela primeira vez os alunos que usam o transporte escolar para escola Estadual, participaram do 1º dia de aula. Antes também as faltas eram constantes durante o ano, os alunos da zona rural não participavam de eventos na escola, porque o transporte não era disponibilizado, ou melhor, o transporte era um privilégio politico, digo isso porque presenciei essa discriminação. Hoje contamos com a ampliação da frota municipal com a aquisição de mais um ônibus.
Quanto à merenda escolar, não medimos esforços, para que não falte a alimentação das crianças. Inclusive passamos três meses (Maio-Junho-Julho) sem o repasse da merenda, isso tudo por falta de prestação de contas de 2011 e 2012. Mas nem por isso as escolas ficaram sem merenda. Estamos em contato frequente, em reuniões, repassando e recebendo informações, discutindo as necessidades, juntamente com Nutricionista, Conselho, merendeiras e diretores de escolas.

JB – Quais as dificuldades que você encontra hoje para melhorar a estrutura das escolas, dos programas e a organização do prédio da Secretaria de Educação um modo geral? Enfim da Educação do Município?

SME  – As maiores dificuldades para estruturar os prédios da Educação, ainda são os poucos recursos, o que foi feito até agora foram usados recursos do FPM.
Quanto aos programas estão sobre controle. E o prédio da Secretaria, a organização da biblioteca..., tudo depende de recursos financeiros é uma questão de tempo para se conseguir. Enfim se falando de Educação (educandos e educadores), as maiores dificuldades ainda é a conquista de interação, unindo “todos pela educação”, pois juntando a inteligência de cada categoria, estaremos na busca coletiva para superarmos dificuldades. Educação é um direito de todos, mas também é um dever de todos.

JB – E quanto a Cultura, o que já se tem feito?

SME  – Entendemos que Cultura é um tema presente na caminhada de cada um. E que há essa necessidade de compreensão de nossa história de vida, resgatando valores e interagindo com o meio espiritual, social e material, gerando motivos de alegria e prazer. Pensando não só na comunidade escolar, mas em toda a população, já foram mencionado os primeiros passos, juntamente com João Batista (coordenador de Cultura) e o apoio de Maria Carlos (Mestra em Cultura e projetos culturais) atuante no município vizinho de Major Sales.
Primeiros passos:
· Já foi cadastrado o município junto ao Ministério da Cultura. (acordo de cooperação).
· Foi realizado a II Conferência Municipal de Cultura.
· Em breve estaremos criando a associação sócio-cultural.
· Também brevemente será realizado o mapeamento cultural em todo município.

JB – O que tem a dizer de sua equipe técnica? Qual a função de cada um?

SME  – Sabendo das necessidades e obstáculos que iria enfrentar, minha primeira atitude foi centrada na formação de uma equipe comprometida, responsável e empenhada em acrescentar melhorias para nossa educação. Assim sendo a atual equipe da Secretaria encontra-se formada por:
· Marcos Germano – Responsável pelos programas e sistemas da educação (Técnico pedagogo) prestador de serviços à Secretaria.
· Juliana Meyrelles – Operadora Máster (Projeto presença) e digitadora, também prestadora de serviços à Secretaria.
· João Batista – Coordenador de Cultura, mais um prestador de serviços à Secretaria.
Do quadro efetivo temos:
· Maésia, Lucinha e Rosiene – Coordenadoras pedagógicas.
· Socorro Andrade e Ascenilda – Diretora e vice-diretora das Escolas Rurais.
· Fátima Macena e Fátima da Silva – Diretora e vice-diretora da Escola Coronel A. Gonçalves (Caiçara).
· Bernadete Pessoa – Diretora da Creche Maria Justina (Caiçara).
· Clarice Alves – Diretora da Escola Manoel Francisco de Andrade (Paraná).
· Leide Rocha – Diretora da Escola Francisco André de Morais (Monte Alegre).

JB – Quais os projetos futuros para educação do nosso município?
TL – Atualmente os nossos projetos estão centrados nas maiores prioridades possíveis como:
· Reestruturação e equipamentos necessários para um bom funcionamento e desenvolvimento em todos os prédios da educação.
· Capacitar para atuação de docentes e discentes na área tecnológica. Para isso temos o primeiro passo (curso em andamento).
· Refletir, diagnosticar, avaliar e planejar sempre.
· Diagnosticar, planejar e avaliar junto à equipe pedagógica propostas considerando dificuldades e irregularidades, direcionando ações no processo ensino e aprendizagem.
· Em breve, o funcionamento do programa “Mais Educação” (tempo integral de alunos das turmas contempladas, sendo horário integral de no mínimo 7 horas diárias), no mesmo foram contempladas duas escolas: Cel. Antônio Gonçalves (Caiçara) e Francisco A. de Morais (Monte Alegre).
· Resgatar os nossos valores culturais.
· Já estão contempladas no PAR (Programas de ações articuladas), diversas ações em análise, como por exemplo, a substituição da Escola Cel. Antônio Gonçalves. Como também a construção de uma quadre de esporte bem como, equipamentos para todas as escolas da rede municipal.

JB – Que mensagem você deixa para professores, alunos, funcionários e pais de alunos?

SME  – Aos professores que transformam sua missão em desafios e que suas ações diárias requer dinamismo, doação, discernimento e sabedoria. Que prossigam fazendo sempre o melhor. Nunca minimizando em saber que o outro não está cumprindo como deveria. Entendamos que a nossa tarefa é centrada na missão de educar, construindo a máquina humana.
Aos nossos alunos: Estudar é uma atividade que exige esforço e dedicação. Mas se a educação é símbolo do desenvolvimento, só somos desenvolvidos porque somos educados. Reflitam buscando na vida social, familiar e escolar, saberes e valores, como dever de cada um, por se tratar de objetivo comum.
A todos os funcionários que fazem parte da educação. O companheirismo, a interação e o compromisso se aliam a fim de que ambos trilhem o mesmo caminho para promover o desenvolvimento e a socialização dos nossos alunos.
Aos pais: É de suma importância a presença da família na escola. A parceria escola e família contribui para o desempenho do aluno no processo ensino e aprendizagem. Sozinhos somos fracos, juntos somos fortes pela causa que abraçamos.

JB – Faça suas considerações finais direcionadas a população de Paraná/RN.

SME – Ao povo do município de Paraná aqui do recanto do Rio Grande do Norte. Antes de tudo quero dizer que na função de gestora da educação, não dependo de acontecimentos incertos ou aleatórios, nem também uso o cargo para glória pessoal. Isso não faz parte da minha índole ou do meu perfil. Graças a Deus sempre tive opinião própria, para mim não existe o meio termo ou faço com segurança ou não faço.
Neste primeiro ano minha maior preocupação é arrumar a casa, nada se constrói sem base. São as atitudes conscientes cobradas pela população que nos faz aliar-se nesta luta para a realização das ações possíveis. E o tempo que me for concedido só quero ter como prêmio, a certeza do dever cumprido.
Avante Paraná, temos muito a conquistar, não podemos se deixar regredir.
Ser paranaense é acreditar que Paraná pode superar seus obstáculos, é sentir orgulho em dizer sou “filho desta terra”. O que não devemos é perder a esperança, porque o quadro social só poderá mudar quando nosso povo deixar de venerar o TER e aprender a valorizar o SER.
Aqui estamos à disposição de todos e acreditamos que a esperança é a força que nos encoraja a lutar todos os dias.
Finalizo parabenizando a Prefeita Oriana, pelo seu exemplo de dignidade, humildade e honradez e ao Secretário de Finanças Sales Libânio por se desdobrar, mantendo-se como um verdadeiro operário do povo paranaense.
Que Deus nos conceda muita sabedoria e discernimento, nos iluminando nesta caminhada para alcançar nossos sonhos e objetivos hoje, amanhã e sempre.


“Todo problema tem solução se não tem solução não é problema”
(Rubem Braga).


| Fonte: Nosso Paraná RN: fotos Blog do JB.

Em José da Penha/RN!




Festa da Padroeira de Paraná-RN, Fonte: Nosso Paraná RN




















sábado, 28 de setembro de 2013

PELO MENOS DEZ HOMENS FORTEMENTE ARMADOS, TENTARAM ARROMBAR CAIXA ELETRÔNICO, NO CAMPUS DA UERN.


Pelo menos dez homens fortemente armados, renderam o vigilante da UERN, na madrugada deste sábado 28\09\13 e tentaram roubar os caixas eletrônicos. De acordo com o vigilante os elementos chegaram em dois veículos o renderam. Depois me levaram para o interior do prédio e me amarraram, relatou o vigilante. Após horas amarrado o mesmo conseguiu se soltar e acionar a Polícia. O CIOSP enviou a viatura 1201, juntamente com a ROCAM-02 e ao chegar no local verificaram que os caixas foram cortados com maçaricos, mas, os mesmos não conseguiram levar nada. Suspeita-se que os indivíduos possam ser de Estado do Ceará.

| Tenente Ananias Vip

Marcelino Vieira-RN: José Ferrari consegue liminar e volta ao cargo provisoriamente!



Nesta manhã (27) José Ferrari, que na quarta-feira tinha tido o seu cargo de prefeito cassado, conseguiu através de uma liminar o seu cargo de volta provisoriamente, pois processo continua  em aberto.

Como é de direito a oposição ainda pode recorrer desta decisão.

Em seu facebook, o advogado de Ferrari comemorou a decisão: "Acabou a farra... Ferrari é prefeito!!!!"

Neste momento está maior alvoroço na cidade, muitos fogos e gritarias.

| Círculo de Fogo

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Oficial: Verônica Rodrigues é a primeira prefeita de Marcelino Vieira-RN, temos imagens!




 Agora a pouco, Verônica Rodrigues que era a Presidente da Câmara de Vereadores de Marcelino Vieira-RN, tomou posse temporária ao cargo de Prefeita do Município de Marcelino Vieira. A posse foi rápida e sem cerimônia no Cartório Eleitoral da  60ª zona eleitoral de Marcelino Vieira- RN.Não se sabe se ela ficará no cargo por 2 dia, 3 dias ou até mesmo pelos três meses estipulados pelo Juiz Dr. João Afonso Morais Pordeus. Os advogados de Ferrari já entraram com uma liminar para conseguirem o  mandato de volta junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), em Natal. Os mesmos estão esperando o resultado do Juiz.

Ela foi perguntada sobre a expectativa de assumir o cargo de prefeita, Verônica respondeu que a expectativa depende da justiça, enfatizando que venceram a primeira batalha.
Quando indagamos se ela já esperava este resultado, a atual prefeita disse que sim.

"Como advogada, acredito que José Ferrari tem 50% de chance de conseguir o cargo de volta...", disse Verônica.

Por último, foi perguntado se por acaso conseguisse o cargo pelos 3 meses, o que  mudaria ou continuaria, ela respondeu que tentaria controlar os serviços das pastas essenciais, relacionadas a saúde, educação, segurança; manteria o que considera positivo e controlar os descompasso.

Na Câmara foi realizada uma sessão para a posse do vereador Ednaldo Vieira que estava na suplência. Já, o Vereador Pedro Júnior foi empossado como Presidente da Câmara.

Fotos:


| Fonte Circulo de Fogo 

HOJE TEM A TRADICIONAL FESTA DOS ANOS 60 - MERCADO PÚBLICO DE JOSÉ DA PENHA



Tradição que é tradição nunca acaba, e a banda TREMENDÕES de Mossoró/RN, voltará à cidade de José da Penha/RN, neste dia 27 de setembro, (sexta-feira), para animar a festa do Padroeiro São Francisco de Assis, momento em que o público vai reviver os maiores sucessos dos anos dos anos 60, 70, e 80. O evento acontecerá no Mercado Público a partir das 23:00hs.


 Convidamos a todos a participarem!


 Vendas de mesas procurarem a Ir. Ozália e Neta de Jaime.

|nossa jose da penha

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Caminhoneiro de José da Penha/RN morre em acidente na Bahia


  caminhoneiro-jose-penha-rn

caminhoneiro-jose-penha-rnJá está sendo encaminhado para a cidade de José da Penha/RN o corpo do caminhoneiro que sofreu acidente e morreu no Estado da Bahia.

Neurismar Fontes de Lima, de 40 anos, era casado e pai de duas filhas. Ele fazia sua quarta viagem trabalhando para o empresário uiraunense Marlon Romão. A viagem começou em Petrolina/PE, onde ele pegou uma carga de maracujá e manga e levaria até a capital do país, Brasília.

O caminhoneiro já havia rodado cerca de 700 quilômetros, e no quilômetro 29 da BR 161, município de Barra do Rio Grande/BA, ele capotou o carro ao sobrar numa curva. O veículo era um caminhão Mercedes Benz 1620, ano 2011. O carro ficou completamente destruído.

O acidente aconteceu às 11H00 dessa quarta-feira (25/set). Neurismar foi jogado pra fora do carro e morreu no local, sem que tivesse tempo de ser socorrido.

O corpo do caminhoneiro passou por Uiraúna na tarde dessa quinta-feira, onde foi preparado para seguir viagem até sua terra natal, José da Penha, para ser velado e sepultado.

| Fonte: COFEMAC / Fábio Barbosa

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Governo do Estado e MDA entregarão mais 131 caminhões pipa para municípios do RN



Por Assecom/RN
Dando prosseguimento às ações de combate e convivência com esta que é considerada a maior seca dos últimos 50 anos, o Governo do Estado entregou 18 caminhões pipa para prefeitos potiguares na manhã desta segunda-feira (23). Além destes, outros 131 veículos de mesmo porte serão entregues nas próximas semanas. Recursos federais na ordem de R$ 37 milhões, ao todo, foram investidos para a aquisição destes 149 equipamentos.

De acordo com o delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário no RN, Raimundo da Costa Sobrinho, a entrega dos caminhões pipa vem para complementar o trabalho já iniciado com a entrega de 163 retroescavadeiras, 149 motoniveladoras, 80 caminhões caçambas e 36 pá carregadeiras. “São ações integradas, uma vez que os equipamentos entregues possibilitaram a melhoria das estradas pelas quais os caminhões pipa agora vão trafegar. Então, aquelas áreas em que não se imaginava que poderiam receber água pelo caminhão pipa agora podem. Precisamos continuar dialogando com as comunidades rurais para encontrarmos mais formas de minimizar os efeitos da estiagem e é isso que estamos buscando”, explica o delegado do MDA no RN.

Raimundo da Costa Sobrinho enfatiza que todos os caminhões pipa já estão comprados e que, por isso, o tempo para a entrega pode ser reduzido. Segundo ele, a meta do Governo Federal é de realizar a entrega dos veículos até o próximo mês de fevereiro. Porém, a intenção do Governo do Estado e do MDA no RN é antecipar este prazo para até dezembro deste ano. “Como todos os equipamentos já estão comprados, estamos dependendo agora apenas da entrega do fabricante. Como são cerca de 2 mil caminhões pipa para todo o semi-árido brasileiro, a entrega tem sido feita de forma escalonada e ainda teremos mais três lotes para o Rio Grande do Norte”, completa.

A aquisição destes equipamentos tem sido possível por meio de uma importante parceria entre o Governo do Estado e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que intensificaram as medidas estruturantes e emergenciais no interior do Rio Grande do Norte. Os equipamentos vão apoiar também o conjunto de obras realizadas pelo Governo do Estado, como a perfuração e aparelhamento de poços, construção de 17 mil cisternas, além de mais de 700 quilômetros de adutoras, construção de mais de mil barragens submersas e das barragens de Umarizeira, Santa Cruz, Poço de Vara, Pedra Branca e Oiticica que já está em andamento.

Municípios devem apresentar Plano de Saneamento até dezembro



Por Assessoria Caern/RN

Quarenta e quatro municípios ainda não solicitaram a elaboração dos Planos de Saneamento à Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) no segmento água e esgotos, e correm o risco de não conseguir recursos federais para realizar esses serviços a partir de janeiro de 2014. O alerta é da assessora especial de Operações da Caern, Leda Donato, responsável pela elaboração dos Planos pela companhia.

A Lei 11.445/2007, que disciplina os serviços de água, esgotos, drenagem urbana e resíduos sólidos, estabeleceu um prazo de seis anos, terminando em 31 de dezembro de 2013. O trabalho da Caern não tem custo financeiro para os municípios onde a empresa presta serviço. O Plano contém um diagnóstico da situação atual de cada município, suas necessidades e o planejamento de ações para os próximos 30 anos, meta do Governo para universalizar os serviços de água e esgotos.

Leda Donato explica que o tempo médio para preparar o documento é de aproximadamente oito meses e o gestor municipal que não cumpriu nem a primeira etapa do Plano - a formação de uma comissão executiva com a tarefa de preparar o documento para acompanhar o trabalho junto a Caern - sabe que não está cumprindo o prazo determinado pela Lei 11.445.

Procedimentos

Após a publicação do decreto que institui a Comissão Executiva, o gestor municipal procura a Caern para formalizar a parceria. A companhia investiu R$ 900 mil na contratação de empresa para realizar o serviço de pesquisa em diversos municípios que solicitaram a elaboração do Plano. O resultado desse trabalho vai produzir um diagnóstico da situação atual do município referente ao abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos. “Este trabalho garante cerca de 90% dos dados para elaboração do Plano, por isso, é uma das fases mais importantes da elaboração do documento” afirma a assessora especial.

Cumprida a segunda fase a terceira ação é a pesquisa de campo em cada município conveniado. Com os dados coletados, é traçado o cenário da situação atual de cada município, com foco nas necessidades mais urgentes e a projeção, a médio e longo prazo, considerando o crescimento populacional e as peculiaridades locais. A quarta ação é concluir a versão preliminar do Plano de Saneamento com a convocação de audiência pública para discutir com a população o conteúdo do documento. Cada prefeitura terá uma equipe técnica para acompanhar e fazer os ajustes necessários à versão preliminar.

A quinta fase é concluir o documento e devolvê-lo à Caern para revisão e análise dos aspectos técnicos, jurídicos e administrativos do plano, para institucionalizá-lo. O texto é submetido à apreciação e aprovação da Câmara Municipal para ser transformado em lei. Paralelamente, a prefeitura sanciona uma lei autorizando a celebração do Convênio de Cooperação entre a prefeitura e o governo do Estado. O Contrato de Programa junto à Caern só será formalizado após audiência e consulta pública, com definição do órgão responsável pela regulação e fiscalização dos serviços de água e esgotos.

Governo adia aumento de taxas para cervejas e bebidas frias

 

 O governo decidiu postergar o reajuste dos impostos que incidem sobre cervejas e outras bebidas frias, como água e refrigerantes. Agora, o aumento, previsto para o dia 1º de outubro, será feito apenas no ano que vem. A nova data para o reajuste ainda não está definida, informou nesta segunda-feira (23), o secretário-adjunto da Receita Federal, Luiz Fernando Nunes.

Com isso, ficam temporariamente congeladas as alíquotas de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), PIS e Confis para o setor. Segundo Nunes, a decisão pelo adiamento foi anunciada a empresários do ramo pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, na semana passada em reunião realizada em São Paulo. “O setor colocou as dificuldades que vem enfrentando no momento e, por essa razão, o gabinete do ministro decidiu postergar a decisão de reajuste”, disse.

No ano passado, ficou estabelecido pelo governo que o reajuste para o setor de bebidas seria feito anualmente nos meses de outubro. Nunes afirmou, contudo, que outras variáveis têm de ser avaliadas para a decisão de aumentar a tributação, como as dificuldades enfrentadas pelo setor e seu reflexo no mercado de trabalho.

“Simulações foram submetidas ao ministro pela Receita Federal e ele decidiu pela linha do adiamento. A decisão do ministro é de colocar para o ano que vem”, afirmou. Segundo Nunes, é “provável” que um novo decreto regulando os reajustes de impostos no setor tenha de ser editado diante da decisão de adiar o aumento.

| jeancarlos

Greve dos bancários fecha 9.015 agências no terceiro dia de paralisação


Balanço divulgado no início da noite de ontem (23), pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) informa que a greve fechou 9.015 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados no terceiro dia da paralisação nacional da categoria.

Segundo o presidente da Contraf e coordenador do Comando Nacional dos Bancários, Carlos Cordeiro, no primeiro dia de greve, na última quinta-feira (19) foram fechadas 6.145 unidades; no dia seguinte o número aumentou para 7.282; e hoje fecharam 9.015 unidades – quase metade das cerca de 20 mil agências do país.

“Os bancários estão cada vez mais indignados com o silêncio da Fenaban [Federação Nacional dos Bancos], braço sindical dos banqueiros, que insiste no reajuste linear de 6,1% para salários, pisos e benefícios”, de acordo com Cordeiro. A Fenaban oferece o equivalente à inflação dos últimos 12 meses, enquanto os bancários querem 11,93% – a inflação mais 5% de ganho real – além de participação nos lucros e aumento do piso salarial.

| jeancarlos

Menores são flagrados furtando peças de motos no Retiro

Uiraúna-PB: A polícia militar de Uiraúna foi chamada no final da tarde dessa segunda-feira (23/Set) até o cruzamento das ruas Floriano Peixoto e Poeta Francisco Evaristo, no Bairro Retiro.
motos-luvas-guidon

O guarda que faz a segurança do Fórum acionou a polícia para denunciar que, pelo menos seis garotos menores de idade estavam retirando as luvas dos guidons das motocicletas que estavam estacionadas no local.

Quando os policiais chegaram cinco menores haviam fugido, porém um deles ainda estava no local sendo flagrado e detido. A mãe do menino foi chamada e os dois foram levados até a delegacia, onde prestaram esclarecimentos e foi registrada a ocorrência, em seguida liberados.

O delegado de plantão, Dr. Vicente Honório, vai encaminhar a ocorrência para o Ministério Público (Promotoria) que deverá tomar as medidas cabíveis ao caso.

A informação foi repassada ao Portal COFEMAC pelo assessor do delegado Dr. Vicente Honório.

| Fonte: COFEMAC / Fábio Barbosa

VIII VAQUEJADA DO PARQUE SINVAL COSTA TENENTE ANANIAS - RN

Agricultor morre enforcado no sítio Baixa do Fogo, Zona Rural de José da Penha, RN


José da Penha – O agricultor Antônio Bispo de Santana, de 59 anos, que morava no Sítio Baixa do Fogo, zona rural de José da Penha, foi encontrado morto na tarde desta segunda-feira (23), vítima de enforcamento.

De acordo com informações repassadas pelo Sargento Lima, a vitima foi encontrada pendurada em um torno do armazém que fica ao lado de sua casa, com uma corda amarrada ao pescoço. A PM só veio tomar conhecimento às 17h.  

De acordo com os seus familiares a vitima não aparentava problemas de saúde. Segundo sua esposa Francisca Marta, ele teria ido pela manhã à cidade de Pau dos Ferros, resolver problemas com o INCRA e ao chegar informou que iria trabalhar.

O corpo foi conduzido ao ITEP por uma ambulância de uma Funerária para ser submetido ao exame de necropsia.

| Da Redação do Blog do Sargento Andrade